Judson Barros iniciou sua caminhada rumo ao cargo de delegado da Polícia Civil depois do 50 anos. Conseguiu aprovação para o cargo nos Estados do Acre e do Piauí. Foi empossado no Acre aos 55 anos depois de uma "batalha" judicial contra o Estado, que lhe negou a posse, alegando que para o exercício do cargo havia um limitação de idade em 50 anos, legalmente estabelecida. Judson Barros logrou êxito em concurso para o cargo de delegado da Polícia Civil do Piauí, tendo também que recorrer ao judiciário para garantir o seu direito em face da limitação da idade. Atualmente Judson Barros exerce o cargo em Rio Branco-AC, estando lotado em Delegacia Regional da Capital. Em decorrência do processo discriminatório que sofreu cunhou o vocábulo etariofobia.

Ninguém precisa acreditar em você.

O que realmente importa é que você mesmo acredite.